insights

Tributação no Mercado Financeiro Internacional

27.Janeiro.2020

É possível investir nos mercados internacionais com sabedoria e segurança e se beneficiar das grandes oportunidades, tornando-se de fato um investidor global.
Para isso, consideramos essencial que o investidor compreenda as obrigações fiscais, evitando assim, desagradáveis surpresas que podem vir na forma de cobranças de multas da Receita Federal.

A primeira dica importante para quem deseja se expor aos mercados globais é pesquisar se o País que pretende investir possui acordo de bitributação com o Brasil. Em caso positivo, significa que o imposto pago no País onde está sendo investido seu dinheiro poderá ser abatido aqui no Brasil, evitando assim, o pagamento do imposto em duplicidade.
Apenas para citar os 3 principais Países que possuem este acordo com o Brasil, temos: EUA, Inglaterra e Alemanha.
Para declarar, o investidor deve lançar os investimentos no programa do carnê leão, assim como é feito quando lança as carteiras de ações que possui no Brasil, porém, deve informar o país onde o investimento foi realizado.

Diferente dos investimentos feitos no Brasil, onde deve-se pagar o ganho de capital das vendas realizadas no mês acima de R$ 20 mil, para pagamento até o final de mês seguinte, nos investimentos feitos no exterior, a movimentação mensal que fica sujeita a pagamento de Imposto de Renda é o correspondente a valor superior a R$ 35mil.

Nos Estados Unidos, por exemplo, o imposto é retido na fonte. Se você é detentor de ações de empresas listadas na Bolsa Americana, ao receber os dividendos, eles retêm o IR na fonte sobre 30% do ganho, assim, no momento de declarar no carnê leão você informa que esse imposto já foi pago, evitando assim a bitributação.

Estas são algumas informações básicas para quem deseja dar seus primeiros passos para se tornar um investidor global. É possível encontrar mais detalhes sobre a Tributação no Mercado Financeiro Internacional no site da Receita Federal do Brasil, pesquisando no “Perguntão” sobre Imposto de Renda.

Convex

Receba nossa Newsletter